Abertura ao mundo do sistema de ensino europeu

Nova estratégia para garantir que a Europa atrai estudantes internacionais e permite a aquisição pelos seus próprios licenciados das competências necessárias a uma carreira internacional.
Com países como a China e a Índia a modernizarem as suas universidades e a redobrarem esforços para atrair estudantes estrangeiros, a Europa precisa de se tornar um destino mais interessante.
A Comissão Europeia tem uma estratégia em matéria de ensino superior que incita à tomada de medidas em três frentes:
• intercâmbio internacional de estudantes e pessoal docente
• internacionalização e melhoria dos currículos, nomeadamente incluindo a aprendizagem digital
• cooperação, parcerias e reforço das capacidades
O número de estudantes do ensino superior em todo o mundo deverá quadruplicar nos próximos anos, passando de cerca de 100 milhões em 2000 para 400 milhões em 2030. O número de estudantes que estudam no estrangeiro aumenta 7 % por ano (com um aumento notável na China, na Índia e na Coreia do Sul). A Europa atrai actualmente cerca de 45 % dos estudantes internacionais.
O novo programa Erasmus+, que deverá ser lançado em Janeiro de 2014, aumentará o número de intercâmbios de estudantes e pessoal docente para 135 000 por ano, ou seja, mais 100 000 do que no âmbito do actual programa Erasmus Mundus.

Ligue-se a nós

 Facebook

 Twitter

 Youtube

  Instagram 

 

Financiado por

 
 
 
 
 

Contactos

Alentejo Central: Rua Circular Norte do PITE 35, 7005-841 Évora

Alentejo Litoral: Avenida de Santiago, 1º Andar do Gabinete Municipal,

7500-170 Vila Nova de Santo André

Tel (+351) 266 769 159
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.