Encontro Nacional de FabLabs em Évora

 
A ADRAL (Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo) irá realizar o próximo Encontro Nacional de Fablabs, no Évoratech e PCTA, no dia 26 de Maio, com início de atividades às 9h.
 
O Encontro tem sido acolhido pelas organizações/entidades nacionais, que possuem um laboratório de prototipagem, mais conhecido por Fablab. Este serve principalmente para reunir uma comunidade de “Fazedores” com espírito muito criativo capaz de executar muitas das tarefas abrangidas pela “Fabricação Digital”. Isto permite às empresas aceder a uma nova oportunidade para inovar e investir, pois um “Fazedor” tem um grande potencial para inovar e criar novas condicionais económicas. Irão existir várias atividades em paralelo para criar uma boa dinâmica de aprendizagem, networking e divulgação, pelo evento em geral.
 
Com o objetivo de promover o gosto pela Ciência e Inovação, o CIED Alentejo Central e Litoral irá juntar-se a este encontro e estará disponível para prestar informação relativa à União Europeia.
 
Também com o foco na área de empreendedorismo e a inovação, encontramo-nos a organizar o Workshop “Business Design: Prototipagem de negócios”, que está inserido no programa do encontro. Com suporte na metodologia Canvas, este workshop permite analisar as principais componentes do lançamento de um projeto no mercado, de forma a desenhar, em formato de prototipagem rápida, um modelo de negócio, a partir de uma ideia ou conceito. O Canvas é uma ferramenta eficaz que permite estruturar os passos necessários para a definição de um modelo de negócio, de modo a criar, estruturar e entregar valor acrescentado aos clientes.
 
Convidamos todos os interessados a participar, e esperamos que tenha uma boa experiência.                
 
 

Dia Europeu Natura 2000

 
O que começou por ser uma iniciativa das bases, através de um projeto LIFE financiado pela UE em Espanha, torna-se agora um dia europeu oficial. 
 
Em 2017 já se realizarão por toda a Europa centenas de eventos locais e de atividades em rede para assinalar este dia especial para a natureza.
 
Com a proclamação do Dia Europeu Natura 2000, a Comissão Europeia cumpriu o seu primeiro compromisso expresso no recente plano de ação para a natureza, as pessoas e a economia, adotado em 27 de abril na sequência de uma avaliação exaustiva das Diretivas Aves e Habitats. Um dos quatro domínios prioritários do plano reside numa melhor comunicação e em ações de sensibilização que envolvam os cidadãos, as partes interessadas e as comunidades.
 
No dia 21 de maio, assistiu-se também ao lançamento da próxima ronda do Prémio Europeu Natura 2000. Trata-se de outra iniciativa da Comissão, destinada a recompensar a excelência na gestão e na promoção da rede, bem como a sensibilizar para a Natura 2000 e para os seus benefícios em prol dos cidadãos europeus. Os vencedores das seis categorias do prémio serão anunciados no Dia Europeu Natura 2000 do próximo ano.
 
Além de conservar o património natural da Europa, a rede contribui para uma percentagem do PIB da UE entre 1,7 e 2,5 %, através do fornecimento de serviços ecossistémicos como o armazenamento de carbono, a depuração das águas, a polinização e o turismo.
 
 

UE protege os cidadãos do mercúrio tóxico e abre o caminho para uma ação global

 
A União Europeia desencadeou o processo de entrada em vigor do tratado mundial que visa reduzir a exposição ao mercúrio.
A ratificação da Convenção de Minamata sobre o Mercúrio confirma o papel de liderança que a Europa desempenha na proteção da saúde dos cidadãos e do ambiente em todo o mundo.
Este novo tratado mundial, a Convenção de Minamata sobre o Mercúrio, foi negociado e concluído em 2013, por iniciativa da União Europeia. A UE tem uma das políticas de proteção contra o mercúrio mais ambiciosas. Porém, dado que 40 % a 80 % do mercúrio depositado na Europa resulta de emissões de mercúrio noutras partes do mundo, é necessária uma ação internacional forte para proteger a saúde dos nossos cidadãos.
Dado o papel fundamental desempenhado pela UE nas negociações para a Convenção de Minamata, o conteúdo desta é inspirado, em grande medida, na legislação da União. O regulamento relativo ao mercúrio estabelece também regras que põem definitivamente a UE na rota para se tornar a primeira economia sem recurso ao mercúrio. Para tal, há que pôr termo à utilização de mercúrio em processos industriais e proibir qualquer nova utilização do mercúrio em produtos e na indústria, salvo se for provada a sua necessidade para fins de proteção da saúde e do ambiente.
A primeira reunião da Conferência das Partes na Convenção de Minamata sobre o Mercúrio terá lugar de 24 a 29 de setembro de 2017 em Genebra, na Suíça. 
 
 

CE publica relatório sobre a aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais na UE

 
A CE publicou o seu relatório anual sobre a aplicação da Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia, que enuncia as iniciativas adotadas pela UE em 2016 para reforçar os direitos fundamentais e faz uma análise sobre a forma como estes direitos foram aplicados numa série de políticas da UE e nos Estados-Membros em 2016.
 
O relatório deste ano conclui que os recentes desenvolvimentos colocam sérias ameaças aos direitos fundamentais. A Comissão assegurará que todas as propostas legislativas da UE e todos os órgãos vinculados pela Carta continuarão a respeitá-la. Daremos particular atenção ao importante sistema de controlos e equilíbrios, não podendo, designadamente, ser sobrestimado o desempenho fundamental dos supremos tribunais e dos tribunais constitucionais na defesa dos valores comuns da UE.
 
Em termos de iniciativas legislativas específicas, o relatório sublinha que, em 2016, a UE deu passos importantes para garantir a proteção das crianças nos litígios transnacionais relativos à responsabilidade parental (Regulamento Bruxelas II-A) e para ajudar os casais internacionais a clarificar as normas aplicáveis aos regimes de bens; lançou uma Plataforma de resolução de litígios em linha que visa ajudar a reforçar a proteção dos consumidores; assinou um código de conduta para combater a propagação dos discursos ilegais de incitação ao ódio em linha com o Facebook, o Twitter, o YouTube e a Microsoft; manteve um importante diálogo com os Estados-Membros sobre o Estado de direito.
 
As democracias que assentam no primado do direito devem proteger os direitos fundamentais das minorias e das pessoas mais vulneráveis. Todas as ações das instituições europeias devem igualmente respeitar a Carta. A Diretiva relativa à luta contra o terrorismo constitui um bom exemplo de tomada em consideração de vários direitos fundamentais na fase de elaboração e de negociação.
 

Agenda Europeia para a Segurança: Comissão apresenta nova abordagem sobre a interoperabilidade dos sistemas de informação

 
A Comissão Europeia apresentou o sétimo relatório sobre os progressos alcançados na criação de uma União da Segurança genuína e eficaz.
 
Para além de fazer uma atualização dos progressos efetuados relativamente aos dossiês essenciais, o relatório centra-se nos trabalhos em curso para melhorar a gestão da informação no âmbito das fronteiras e da segurança e expõe a nova abordagem da Comissão com vista a alcançar a interoperabilidade dos sistemas de informação da UE para a segurança e a gestão das fronteiras e da migração até 2020. Na sequência do recente ciberataque mundial, o relatório sublinha também o empenho da Comissão em acelerar os trabalhos para a revisão da Estratégia da UE para a Cibersegurança de 2013, a fim de dar uma resposta eficaz às ciberameaças.
 
Ao longo do último ano, a Comissão apresentou uma série de propostas com o objetivo de colmatar as lacunas em matéria de informação ainda existentes, incluindo o estabelecimento de novos sistemas, tais como o Sistema de Entrada/Saída da UE e o Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (ETIAS), bem como o reforço dos sistemas existentes, como o Sistema de Informação de Schengen, o Eurodac e o Sistema Europeu de Informação sobre os Registos Criminais (ECRIS).
 

Ligue-se a nós

 Facebook

 Twitter

 Youtube

 

Financiado por

 
 
 
 
 

Contactos

ADRAL
Rua Intermédia do PITE, 

Lt 4 e 6 7005-513 Évora
Tel (+351) 266 769 159
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.