Debate (Re)industrialização e Economia Verde

A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, em parceria com a Câmara Municipal de Sines, promove o debate “(Re)industrialização e Economia Verde”, que se realiza no dia 2 de junho de 2014, pelas 9h00, no Auditório do Centro de Artes de Sines.
 
Serão apresentados os resultados do recentemente terminado inquérito de opinião, uma das ações do “Projecto-UE: sustentabilidade e uso eficiente dos recursos”. Estes resultados serão o móbil da discussão ao longo do evento, que contará com os contributos de Miguel Borralho, Diretor da ZILS, Mónica Brito, Diretora da Sines Tecnopolo, Fernanda Santos, médica de Saúde Pública, Manuel Ferreira De Oliveira, Diretor Executivo da Galp Energia, e Cristina Ferreira, jornalista, na qualidade de moderadora.

O debate contará ainda com a presença de Humberto Rosa na qualidade de keynote speaker e de membro da Direção-Geral de Ação Climática da Comissão Europeia.

As inscrições para este terceiro debate podem ser feitas através do formulário constante no site do projeto ou através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . O debate será ainda transmitido via webcast.

Todas as informações sobre o projeto e suas atividades estão disponíveis em: http://europasustentavel.fc.ul.pt.

Informações:
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa | Gabinete de Cooperação e Relações Externas
António Pedro Marques | Telefones: +351 21 750 0623/ +351 21 750 00 00 (Ext: 25 337) | : Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Programas de vacinação a nível mundial: a UE aumenta financiamento para o dobro

Com o objetivo de melhorar a saúde de milhões de pessoas nos países em desenvolvimento, a UE vai aumentar para mais do dobro a sua contribuição para os programas de vacinação mundiais.

Anualmente, mais de um milhão de crianças morrem por doenças que poderiam ser evitadas através da vacinação. Para combater esta situação, a UE aumentou o financiamento para o dobro, passando de dez para 25 milhões de euros por ano (no período de 2014 a 2020).  
Será a Aliança GAVI, uma organização sem fins lucrativos cuja missão é alargar o acesso à vacinação e proteger mais crianças contra doenças mortais nos países mais pobres do mundo, a fazer a gestão dos fundos.
A missão da GAVI está assim em consonância com a política de desenvolvimento da UE, que tem como objetivo reduzir a pobreza e contribuir para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio das Nações Unidas para 2015.

Mais informação em: UE Relações Externas

Vencedores da primeira edição do prémio Rede Natura 2000

Foram anunciados no dia 21 de maio, em Bruxelas, os vencedores da primeira edição dos prémios Rede Natura 2000.

A rede Natura 2000 é uma rede de mais de 27 000 sítios protegidos, que cobre 18 % do território continental e 4 % das zonas marinhas da UE, protegendo e valorizando o património natural da Europa.

Vencedores por categorias:

Conservação - projeto que pretende salvar a águia imperial em Sakar, na Bulgária.
Benefícios socioeconómicos - projeto em Sighișoara-Târnava Mare, na Roménia, com um exemplo de como a rede Natura 2000 pode contribuir para o crescimento económico e a sustentabilidade dos meios de subsistência nas zonas rurais.
Comunicação – projeto em Raná-Hrádek, na República Checa, por promover a proteção de habitats nas estepes da região de Louny.
Conciliação de interesses/perceções - projeto em Vijvergebied van Midden Limburg, na Bélgica. Os proprietários de terras, as organizações de proteção da natureza e as autoridades trabalham agora em conjunto na gestão das zonas húmidas desta região.
Estabelecimento de redes & cooperação transfronteiras – projeto espanhol de uma rede de cooperação técnica para a elaboração de normas de qualidade para a gestão e a criação de um sítio Web de referência sobre o estado da rede Natura 2000 em Espanha.

Mais informações em: Prémios Rede Natura 2000

Sessão de esclarecimento na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Grândola

O Centro de Informação Europe Direct Alentejo Central e Litoral realizou na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Grândola, no passado dia 15 de maio, uma sessão de esclarecimento sobre o Parlamento Europeu e as eleições europeias.

Esta sessão contou com cerca de 40 alunos do 12º ano e teve como objetivo esclarecer sobre o funcionamento do Parlamento Europeu, bem como os direitos, deveres e vantagens de ser cidadão da União Europeia.
Considerando que grande parte dos participantes podia votar, foi realçada a importância da participação nestas eleições exercendo o seu dever cívico.
Esta sessão permitiu assim aos alunos conhecerem mais sobre a União Europeia e poderem expressar a sua opinião.

Eleições Europeias de 2014

As eleições europeias de maio de 2014 dão aos eleitores a possibilidade de escolher o rumo político da União Europeia, ao permitir-lhes eleger os 751 deputados ao Parlamento Europeu que representarão os seus interesses nos próximos cinco anos.

Aos portugueses cabe escolher os seus 21 eurodeputados, no dia 25 de maio. Os resultados dos 28 estados-membros são anunciados na noite de domingo, 25 de maio.

Para mais informações visite a ligação Eleições Europeias 2014

Ligue-se a nós

 Facebook

 Twitter

 Youtube

 

Financiado por

 
 
 
 
 

Contactos

ADRAL
Rua Intermédia do PITE, 

Lt 4 e 6 7005-513 Évora
Tel (+351) 266 769 159
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.